Casa da Criança de Tires – Casa de Acolhimento Residencial

Ser Marista Hoje!

Esta pandemia fez-nos parar e repensar a nossa prática, refletir e ponderar se estamos a ir juntos nesta nossa missão social junto das pessoas que são os Montagne de hoje! Como estamos a ouvir as suas inquietações, quais são as suas esperanças, como e se estamos efetivamente ao serviço do outro, como vivemos o espírito de família, ou mesmo como partilhamos os valores MARISTAS?

Nem todos temos a sorte de ter pais presentes, dinâmicas familiares harmoniosas, aquele professor que nos cativa e orienta. Nem todos temos a sorte de sermos acolhidos, sermos ouvidos, nem que nos olhem nos olhos com o respeito que merecemos…. As fragilidades da sociedade e a reposição de direitos impõe que existam entidades que reponham a justiça e as falhas do destino.

Desde 1995, a Fundação Champagnat têm vindo a assumir o seu compromisso junto das crianças, jovens e famílias em situação de vulnerabilidade social assumindo-se como o apaziguador das inquietações das pessoas e das comunidades mas também sendo o porta voz das suas esperanças, rumo a uma sociedade mais humana e fraterna.

Neste sentido tem dinamizado projetos nas áreas de promoção e proteção dos direitos das crianças e jovens, animação territorial e intervenção comunicação, intervenção familiar e parentalidade consciente, cidadania e direitos humanos capacitando pessoas e comunidades de uma forma compartilhada.

Sabemos que é na relação com o outro que as crianças, jovens e famílias que conseguimos transmitir que é possível dar e receber, com equilíbrio, de modo a que restaurem a confiança na sociedade e a assumam como a sua rede de suporte informal. Assim, ninguém precisará de se sentir ou ficar vulnerável.

A verdade é que precisamos do outro para ser e é essa multiplicidade que nos enriquece, é o caminhar junto que define o nosso progresso enquanto sociedade. E assim nos situamos, neste repensar constante do nosso papel neste mundo, em constante mudança, no qual a responsabilidade de construir e futuro melhor, mais humano, tolerante e empático é responsabilidade de todos.

%d bloggers like this: