Casa da Criança de Tires – Casa de Acolhimento Residencial

“O essencial é invisível aos olhos”

O essencial é invisível aos olhos. É em fases como a que estamos a viver que esta frase assume a sua maior expressão. E as crianças relembram-nos isso todos os dias! Quando são acolhidas deixam de pertencer e ser o que conheciam como real até então, deixam a escola, os amigos, as suas coisas, a sua família… E elevam o conceito de desapego! Aceitam e começam de novo! Agora, face a esta pandemia, é-lhes pedido que deixem a escola, os amigos, a família por um tempo indeterminado… É-lhes pedido que sejam pacientes e façam uma boa gestão emocional de toda esta situação! E eles aceitam e começam de novo! Sempre com um sorriso nos lábios, sempre com um olhar presente, sempre com um abraço, um obrigada e um “eu gosto muito de ti”! A verdade é uma: o que permanece é o amor que temos ou deveríamos ter uns pelos outros! É termos um porto de abrigo onde podemos descansar a alma enquanto esperamos que o “corona saia”, dizem eles! E isso é tão essencial e é ou pode ser tão visível! 💫💚

%d bloggers like this: