Casa da Criança de Tires – Casa de Acolhimento Residencial

Só é possível com os nossos voluntários!

“Os gregos antigos utilizavam duas palavras para o tempo: chronos e kairós. A primeira palavra refere-se ao tempo cronológico ou sequencial, ao tempo que se mede, de natureza quantitativa. A palavra kairós possui uma natureza qualitativa e representa o momento indeterminado no tempo em que algo especial acontece.

A vida terrena é feita de tempo chronos. Para alguns de nós, esse tempo revela-se insuficiente para tudo o que desejaríamos fazer. Somos uma espécie de hóspedes por tempo indeterminado. A boa notícia é que a vida terrena é também feita de tempo kairós. Cabe a cada um de nós fazer com que esse tempo aconteça. Para muitos de nós, existem fases em que os acontecimentos estão ao nosso lado e nós vamos tão depressa, tão focados nas nossas metas que perdemos o tempo. Noutros momentos, é o tempo que passa ao nosso lado e nós deixamos que ele avance.”

No trabalho que desenvolvemos diariamente conhecemos pessoas que utilizam o seu tempo ao serviço dos outros. Olhando para elas, apercebemo-nos que, independentemente da sua idade, estão cheias de tempo e quanto mais tempo dão aos outros, mais tempo ganham.

Talvez seja essa a verdadeira magia dos afetos: quanto mais damos, mais ricos nos tornamos.

Obrigada a todos os nossos voluntários e amigos!

Casa da Criança de Tires

Aula de chi kung com a voluntária Maria Adelaide (Filipe Amorim / Global Imagens)

%d bloggers like this: